AS MELHORES ÁREAS DOS MELHORES DESTINOS

ONDE FICAR EM ESTOCOLMO, SUÉCIA

Melhor área para ficar em Estocolmo

Melhor lugar para ficar em Estocolmo

Como acontece na maioria das grandes cidades europeias, o melhor lugar para ficar em Estocolmo é o centro histórico da cidade e seus bairros adjacentes. O centro histórico de Estocolmo é conhecido como Gamla Stan, literalmente “cidade entre pontes”, e é um dos cascos antigos de origem medieval mais bem conservados de toda a Europa.

 

O problema da região de Gamla Stan é a falta de hospedagem e sobretudo de hotéis de alta categoria. Por isso, se você quiser se hospedar em hotéis de quatro e cinco estrelas tem que ir para o norte, para os bairros de Norrmalm e Östermalm, ou até ao sul, no bairro de Södermalm.

 

Södermalm é uma das 14 ilhas que compõem Estocolmo e é reconhecida como a região boêmia da cidade, com muitas lojas e espaços originais. Norrmalm é o principal bairro do centro de Estocolmo e combina seu caráter residencial com sua qualidade enquanto centro de comércio e de restaurantes. Östermalm é a região mais exclusiva da cidade e tem as mais luxuosas lojas de moda e decoração.

HOTÉIS COM MELHOR LOCALIZAÇÃO EM ESTOCOLMO
Hotel   PREÇO MEDIO
Old Town Lodge
Baggensgatan 25
74€ - 81$
Hotel   PREÇO MEDIO
Best Western Kom Hotel
Döbelnsgatan 17
160€ - 176$
Central Hotel
Vasagatan 38,
171€ - 188$
Hotell ANNO 1647
Mariagränd 3
176€ - 194$
Hotel   PREÇO MEDIO
Elite Eden Park Hotel
Sturegatan 22
209€ - 230$
Hotel Rival
Mariatorget 3,
218€ - 240$
Radisson Blu Waterfront Hotel
Nils Ericsons Plan 4
223€ - 245$
Hotel   PREÇO MEDIO
Nobis Hotel
Norrmalmstorg 2-4,
319€ - 351$
Grand Hôtel Stockholm
Södra Blasieholmshamnen 8
395€ - 435$

 

Se você está interessado em saber onde ficar em Estocolmo, também poderá estar interessado em saber onde ficar em Moscou, onde ficar em Berlim e onde ficar em Amsterdã.

O centro de Estocolmo

 

Gamla Stan, o centro histórico de Estocolmo, é fácil de visitar e pode ser percorrido a pé sem necessidade de utilizar o transporte público. Porém, o metrô da cidade merece sua visita (tem visitas guiadas), já que é uma das maiores atrações turísticas, devido à decoração bonita e original de suas estações.

 

A cidade velha, onde cerca de 3.000 pessoas vivem, incluindo a ilha de Stadsholmen e os ilhéus de Riddarholmen, Helgeandsholmen e Strömsborg. Os edifícios elegantes e suntuosos que invadem as calçadas e avenidas do centro de Estocolmo fazem da capital sueca uma das mais senhoriais da Europa e sua arquitetura se parece bastante com a que prevalece no norte da Alemanha, um país muito próximo geograficamente.

 

A praça principal de Stortorget é o centro nevrálgico da cidade velha e está situada bem perto das atrações principais da ilha. Vale a pena visitar o Palácio Real (Kungliga Slottet), de estilo barroco, e sua capela (Storkyrkan), que receberam, em junho de 2010, o casamento entre a princesa Victoria, herdeira do trono sueco, e seu noivo, Daniel Westling.

 

O edifício real, residência oficial dos futuros reis suecos, é, com seus 609 quartos, distribuídos por sete andares, um dos maiores palácios reais de todo o mundo. Além disso, nas portas da emblemática residência acontece a troca de guarda, que desperta um grande interesse nos visitantes, e onde acontecem também várias vezes desfiles a cavalo.

 

A imponente prefeitura, dentro da qual acontece o banquete anual dos Prêmio Nobel, é outro dos locais de visita obrigatória. A cidade velha é também um ponto de encontro impressionante, onde abundam os cafés, restaurantes (tem tantos por pessoa como Paris), museus como o dos Correios, e lojas de souvernis em que os turistas podem comprar algum souvenir da bela capital sueca. Você também não pode se esquecer de visitar a Igreja Alemã de Estocolmo (Tyska kyrkan), a de Riddarholm (Riddarholmskyrkan), que é a igreja onde são sepultados os monarcas suecos, e sobretudo, a Catedral de Estocolmo (Storkyrka), junto à qual fica a famosa estátua de São Jorge (Sankt Göran) esmagando um dragão.

 

Para visitar todos esses espectaculares edifícios sem judiar do seu bolso, é recomendado que você pegue, em qualquer posto de turismo da cidade ou através da internet, o Stockholm Card, um cartão muito útil e rentável que te oferece entradas gratuitas nos principais museus (a capital sueca tem cerca de 150) e edifícios de interesse, bem como aos transportes públicos.

Se hospedar nos bairros adjacentes ao centro histórico de Estocolmo

 

Como mencionado, o centro da cidade dispõe de poucas opções de hospedagem e as que existem são bem modestas. Porém, perto do centro existem hotéis que cumprem as expectativas dos turistas que visitam Estocolmo. Note que as tarifas dos hotéis descem consideravelmente no verão e durante os fins de semana de inverno, então aproveite para viajar nessas épocas.

 

Se hospedar em Södermalm

 

O bairro de Södermalm, situado no sul da capital sueca e conhecido como Söder, é a região mais boêmia da cidade e conta com inúmeras lojas e espaços originais, além de oferecer uma grande diversidade cultural e uma vida noturna muito ativa, onde se encontram muitos dos jovens que vivem em Estocolmo. Localizada em uma elevação sobre o nível da água, Söder é uma cidade em si mesma, e tem inclusive um dialeto próprio. Está ligada a norte com o centro histórico através de Slussen, um conjunto de pistas, caminhos de ferro e eclusas que controlam a passagem de barcos entre o lago Mälaren e o mar Báltico. É de visita obrigatória o mirante do Elevador Katarina, de 38 metros de altura e ao qual você pode chegar através de um outro elevador ou a pé. Lá no alto você pode apreciar vistas panorâmicas incríveis da cidade, que tem um terço de sua superfície ocupada por água e outra por parques e espaços verdes, sendo uma das mais limpas e ecológicas do Velho Continente.

 

Se hospedar em Norrmalm

 

Norrmalm é o principal bairro do centro de Estocolmo e combina seu caráter residencial com sua qualidade enquanto centro de comércio e de restaurantes. Aqui se encontram as multinacionais, os principais bancos do mundo, as grandes lojas de roupa e os produtos típicos suecos que você não encontra em nenhum outro lugar da cidade. Do porto de Norrmalm, os barcos saem em direção a Södermalm e até à ilha de Djurgården.

 

Se hospedar em Östermal

 

Östermal é um dos bairros com maior densidade populacional de Estocolmo e a região mais exclusiva da cidade. Tem as lojas de moda e decoração mais luxuosas, onde você pode fazer as compras mais exclusivas. Aqui você pode visitar o Saluhall, o típico mercado sueco, bem como fazer uma parada em um dos excelentes estabelecimentos onde se pode provar a comida típica do país (husmanskost) ou tomar um bom café.

O QUE É A SUA ÁREA PREFERIDA?


DESTINOS EM DESTAQUE