AS MELHORES ÁREAS DOS MELHORES DESTINOS

ONDE FICAR EM MOSCOU, RÚSSIA

Onde ficar em Moscou

Melhor lugar para se hospedar em Moscou

Apesar de ser uma grande cidade com mais de 13 milhões de habitantes, Moscou tem um bairro central bem definido onde fica a maioria das atrações que os turistas querem visitar.

 

A Praça Vermelha e todo seu ambiente monumental é coração da cidade e as áreas nas proximidades são as mais procuradas para ficar. Ao redor da Praça Vermelha, você poderá visitar o Kremlin, a Catedral de São Basílio, o túmulo de Lenin, o Museu da História do Estado e a Catedral da Anunciação.

 

Os bairros que mais recomendamos para se hospedar são os de Arbat e Tverskoy, a noroeste da Praça Vermelha. No bairro de Arbat, encontrará a rua mais famosa de Moscou, Ul Arbat, uma espécie de mercado de arte de rua, com pintores de retratos, poetas de rua, malabaristas e músicos. Tverskoy, além de ser o centro cultural, é o bairro mais animado da capital. Suas ruas são repletas de restaurantes, bares, teatros e lojas.

HOTÉIS COM MELHOR LOCALIZAÇÃO EM MOSCOU
Hotel   PREÇO MEDIO
Hotel   PREÇO MEDIO
Hotel Maroseyka 2/15
Ulitsa Maroseyka 2/15
65€ - 72$
Hotel   PREÇO MEDIO
Moscow Marriott Tverskaya Hotel
1-ya Tverskaya-Yamskaya Street 34
125€ - 138$
Mercure Arbat Moscow
Smolenskaya Pl 6
131€ - 144$
Hotel De Paris
Bolshaya Bronnaya Street 23
132€ - 145$
Hotel   PREÇO MEDIO
Lotte Hotel Moscow
Novinskiy Boulevard 8 Bld.2, Arbat
346€ - 381$
Ararat Park Hyatt Moscow
4 Neglinnaya ulitsa
434€ - 477$

 

Se você está interessado em saber onde ficar em Moscou, também poderá estar interessado em saber onde ficar em São Petersburgoonde ficar em Estocolmo, onde ficar em Praga e onde ficar em Budapeste.

Bairro de Arbat

 

Embora hoje em dia Arbat seja mais reconhecido por suas barracas de souvenirs e cafés com esplanadas, ainda evoca um espírito artístico. Próximo à Rua Arbat com sua calçada desgastada, ficam as ruas tranquilas da parte histórica de Moscovo, onde anteriormente moravam escritores e heróis, velhos e novos ricos. Estes tempos e pessoas já ficaram na história, mas a sua marca permanece nas casas grandes que deixaram para trás. A aristocracia e artistas, na altura, afastaram os primeiros moradores, como evidenciado pelas mansões espalhadas pelas ruas.

 

Nas ruas secundárias ao redor Bolshaya Nikitskaya ul, em particular, sobreviveram muitas destas mansões, algumas atualmente restauradas e outras em ruínas. Muitos destes edifícios são hoje embaixadas e instituições culturais. Com pouco tráfego, Bolshaya Nikitskaya ul é ideal para um passeio.

InterContinental Moscow Tverskaya Hotel

Bairro de Tverskoy

 

As ruas em torno da Tverskaya ul compõem o animado bairro de Tverskoy, caraterizado por sua arquitetura antiga e novos estabelecimentos de comércio. Tverskaya ul remonta ao século XII, embora este bairro tenha crescido significativamente quando Pedro, o Grande, se mudou para São Petersburgo e a área se tornou a principal rota entre as duas capitais.

 

Sempre foi uma área de teatros, tendo sido aqui criado o primeiro da cidade, Petrovka, mais tarde substituído pelo Bolshoi. Aqui também nasceu a histórica Praça do Teatro. Tverskoy hoje em dia tem 19 teatros, além da Sala de Concertos Tchaikovsky e do Nikulin Circus.

 

Ruelas como Kamergersky ou Stolesnikov estão entre as mais badaladas em Moscou para um café ou uma cerveja, aproveitando toda a animação dos que passam.

Ararat Park Hyatt Moscow Hotel

Centro histórico de Moscou

 

A grande mistura de estilos arquitetônicos (renascentista, barroco, moderno...) está reunida no coração de Moscovo, que abriga monumentos espetaculares que mantêm dentro de si parte da história da antiga União Soviética e surpreendem seus visitantes a cada passo.

 

A Praça Vermelha, nomeada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, é o coração da capital russa e a mais famosa de Moscou. Surgiu no final do século XV, durante o reinado do Czar Ivan III, e, hoje em dia, é certamente é um dos lugares favoritos de moscovitas e visitantes. Aqui são realizadas as principais celebrações oficiais e também festivais e concertos. A Praça Vermelha abriga a Catedral de São Basílio, o Museu Histórico, o Mausoléu de Lenin, a estátua do Marechal Georgy Zhukov e o shopping GUM. Famosa mundialmente por suas cúpulas, a Catedral de São Basílio é um templo ortodoxo único do século XVI de estilo moscovita com influência italiana, localizado ao lado do Kremlin. Na praça também fica uma das grandes atrações de Moscou, o Mausoléu de Lenin, construído após a morte do líder revolucionário russo em 1924 e, desde então, seu corpo embalsamado está exposto ao público. Apesar de seu tamanho pequeno, o túmulo de Lenin, em granito, incorpora alguns elementos dos mausoléus da Antiguidade, como a pirâmide de Zoser do Egito.

 

Em frente ao Museu Histórico, um enorme e impressionante edifício de cor vermelha viva que que expõe os documentos históricos mais importantes do país, fica a estátua do Marechal Georgi Zhukov, o primeiro marechal da União Soviética. Esta é uma escultura equestre de bronze com cinco metros, instalada em um pedestal de granito vermelho de 100 toneladas. No shopping GUM encontrará lojas caras de roupas elegantes, sendo que este edifício completa o conjunto dos elementos mais destacados da Praça Vermelha.

 

Perto da Catedral de São Basílio fica o Kremlin, símbolo do país. Este conjunto de edifícios civis e religiosos inclui quatro palácios e quatro catedrais dentro de um recinto delimitado por uma muralha. O complexo está associado ao governo russo desde os tempos da União Soviética.

 

Entre as catedrais, temos de destacar a Catedral da Anunciação, construída no século XV. Esta é o mais antigo templo de pedra branca e o mais importante de Kremlin. Outro dos ícones que ficam no Kremlin é o Arsenal, um dos mais antigos museus de Moscou. Fundado em 1808, expõe coleções únicas de itens da Rússia, Europa Ocidental e Oriental do V ao XX.

O QUE É A SUA ÁREA PREFERIDA?


DESTINOS EM DESTAQUE