AS MELHORES ÁREAS DOS MELHORES DESTINOS

ONDE FICAR EM SYDNEY

Onde ficar em Sydney

Melhor região para se hospedar em Sydney

Se você quiser ficar no centro de Sydney, perto de atrações e toda a rede de transportes, incluindo balsas que atravessam a baía, sugerimos áreas conhecidas como Circular Quay e The Rocks.

 

Circular Quay fica do lado da parte central do porto de Sydney, uma baía chamada Sydney Cove que foi onde teve origem a cidade e, por extensão, toda a Austrália. O cais é um lugar animado e movimentado, de onde partem balsas para diferentes partes do porto, como Manly, Watsons Bay, Mosman e Taronga Park Zoo. A sul da área de Circular Quay, encontrará a estrada que leva à Sydney Opera House e Jardim Botânico Real.

 

The Rocks fica a oeste de Circular Quay e é o bairro mais antigo e atraente Sydney. Suas ruas estreitas e casas tradicionais que hoje em dia são galerias de arte, restaurantes da moda e todos os tipos de lojas dão a este bairro um ambiente único. Outras atrações de The Rocks são o Museu de Arte Contemporânea, o Observatory Hill (com magníficas vistas sobre o porto) e Cadam’s Cottage, a casa mais antiga de Sydney.

HOTÉIS COM MELHOR LOCALIZAÇÃO EM SYDNEY
Hotel   PREÇO MEDIO
Russell Hotel In The Rocks
143A George Street
127€ - 140$
Hotel   PREÇO MEDIO
Mantra on Kent Hotel
433 Kent Street, Sydney
148€ - 163$
PARKROYAL Darling Harbour Sydney
150 Day St, Sydney
157€ - 173$
Hotel   PREÇO MEDIO
Sir Stamford at Circular Quay
93 Macquarie Street, Sidney
176€ - 194$
Quay West Suites Sydney
98 Gloucester St
191€ - 210$
Radisson Blu Plaza Hotel Sydney
27 O'Connell St, Sydney
197€ - 217$
QT Sydney
49 Market Street
199€ - 219$

 

Se você está interessado em saber onde ficar em Sydney, também poderá estar interessado em saber onde ficar em Melbourne, onde ficar em Brisbane e onde ficar em Auckland.

Circular Quay e The Rocks

 

Localizada em Sydney Cove, Circular Quay é a área turística da bem reputada cidade australiana. Aqui fica o porto de Sydney, muitos parques onde caminhar e desfrutar da cidade, bem como uma ampla e variada gama de restaurantes que irão deliciar qualquer paladar.

 

Além de contar com muitos pontos de ônibus e uma estação de trem, em Circular Quay poderá também pegar uma balsa para diferentes partes do porto, como Manly, uma das praias mais conhecidas da cidade. Tenha em consideração que Sydney pode gabar-se de ter mais de cinquenta magníficas praias de grande interesse turístico, como a acima mencionada e também Bondi, um paraíso para os surfistas que encontram aqui o lugar ideal para praticar o seu esporte favorito.

 

A sul da área do porto fica a estrada que o levará à Sydney Opera House e Jardim Botânico Real. A famosa Opera House, nomeada Patrimônio da Humanidade em 2007, é um monumento imponente de estilo expressionista e de prestígio mundial que conta com cinco teatros, cinco estúdios de ensaio, dois salões principais, quatro restaurantes, seis bares e numerosas lojas de souvenirs. A sua forma original e inovadora, que consiste em uma série de grandes coberturas pré-fabricadas que formam o telhado da estrutura, se tornando um edifício único que captura os flashes de todos os visitantes.

 

Localizado do lado da Casa da Ópera e constituído por 30 hectares, o Jardim Botânico Real, fundado em 1816, é a mais antiga instituição científica na Austrália e desempenha um papel fundamental na aclimatização de plantas de outras regiões. Além deste papel científico, este espaço tem também um aspeto educativo – dando formação sobre sobre plantas e horticultura – e pode ser visitado gratuitamente todos os dias (exceto o Centro Tropical, que está em seu interior). Este é o lugar perfeito para explorar a flora e fauna de Sydney, incluindo até a espectacular colônia de morcegos.

 

Localizado em uma localização privilegiada, entre a Opera House e Sydney Harbour Bridge, The Rocks é o bairro mais antigo de Sydney e o mais pitoresco, por suas ruas de paralelepípedos, repletas de hotéis e residências de antigos trabalhadores como Cadman’s Cottage, a casa mais antiga de Sydney, que abriga hoje o centro de informações dos parques nacionais e vida selvagem. Também vale a pena visitar o Museu de Arte Contemporânea e o Observatory Hill, onde terá vista para o incrível porto da cidade.

 

É obrigatório passar a Sydney Harbour Bridge, a magnífica ponte que atravessa a baía da cidade e liga o centro financeiro com a costa norte. Inaugurada em 1932, após mais de oito anos de construção, a ponte suporta 8 pistas de carro, duas linhas ferroviárias e uma ciclovia.

Outros bairros para se hospedar em Sydney

 

Além de Circular Quay e The Rocks, a cidade que sediou os Jogos Olímpicos de 2000 tem outras áreas perto do centro onde encontrará opções de hospedagem para todo o tipo de visitantes. Os outros bairros onde recomendamos que fique são:

 

Chinatown

 

Chinatown, um bairro localizado a sul do centro de Sydney, é um desses bairros. Centro comercial e cultural da comunidade chinesa, aqui imperativo passar pelo Paddy’s Market, um dos mais famosos e maiores mercados da cidade australiana que oferece tudo a um preço excelente.

 

Kings Cross

 

Outra boa opção é Kings Cross, localizado a leste de Circular Quay, onde um bom ambiente noturno está garantido. Repleto de bares, restaurantes e discotecas, é ideal para quem gosta de sair até de madrugada.

 

Paddington

 

A sul de Kings Cross, você encontrará as ruas íngremes de Paddington, preenchidas por bonitas casas com varandas. Aqui também ficam os melhores bares de Sydney com um ambiente local e, na Oxford Street, a rua principal, as lojas de moda mais recentes mercados de artesanato, que são instalados uma vez por semana e vender diversos artigos e roupa.

 

Potts Point

 

Para quem procura uma zona tranquila e elegante, longe do barulho e do ambiente de festa, a melhor opção de hospedagem é em Potts Point, um bairro de luxo que tem apartamentos de Art Deco e lojas de luxo pontilhadas por árvores, bem como cafés requintados e bares sofisticados.

O QUE É A SUA ÁREA PREFERIDA?


DESTINOS EM DESTAQUE